Marielle Presente

Vivemos em tempos sombrios, vivemos na escuridão e não vão acender as luzes. Vivemos insatisfeitos, tristes, raivosos mas esperançosos. A vida de ninguém se vai em vão, ninguém nos deixa sem nada. É doloroso demais, é revoltante, é injusto e é errado mas nos dá combustível para nossa luta e para alimentar nossa esperança. Alimentar sim, não a deixar morrer, pois neste momento vemos que não somos um, somos muitos e estamos todos juntos, juntos pelas mesmas ideias e pela mesma vontade de fazer justiça e mudar a realidade em que vivemos. Ela se foi pra eles, não para nós, ela vive em cada batida de nossos corações, em cada respiração e em cada palavra que sai de nossas bocas em nossa luta diária. 


Luta por justiça a ela e pelos tantos outros, dar lhes onde quer que estejam, a certeza de que sua luta não acabou, e não foi em vão, nunca vai ser. A luta vive, nós vivemos e se por maldade do destino morrermos, nossas lutas e ideias viverão três vezes mais. Viverão em nossos pais, amigos, amores e admiradores. Ideias não morrem, ideias ficam vivas e se fortalecem mais ainda quando tentam calá-las. Toda vez que tentam acabar com elas, elas crescem, como se se alimentassem do medo e da contradição que causam nos opostos. Ela se foi anteontem e não vamos deixar que outra se vá amanhã, o nó na garganta, o grito, a cabeça erguida, as lágrimas e a esperança nos mantém vivos. Vivos, fortes e na luta. Sua luta e sua voz continuam vivas em nós.










0 comentários: